“Nowhere” é um não-lugar no centro da cidade, “uma espécie de capela pagã onde a vida e a música se tornam um só”.

Durante 20 dias consecutivos, o pianista Marino Formenti vive numa casa temporária construída pelo artista Ricardo Jacinto, onde se senta ao piano, toca, vive, dorme, come, respira, num espaço contemporaneamente e impiedosamente público e privado.

Apagada a divisão entre palco e vida, entre dia e noite, anulam-se as convenções de tempo, espaço e programa. Com repertório de John Cage, Morton Feldman, Erik Satie, Brian Ero, Jean-Henri d’Anglebert, Gaspard le Roux ou Bjork, entre o barroco e o contemporâneo, Formenti testa os seus limites e os seus horizontes. Os próprios dias tornam-se música.

O público é convidado a entrar e sair livremente, a voltar, a ouvir música ao vivo numa dimensão diferente, com Marino Formenti a tocar piano diariamente, de manhã à noite. Com streaming 24h/dia, podemos acompanhá-lo também à distância.

 

LIVE STREAMING 
DE 9 – 30 ABR

 

Conceção e performance Marino Formenti
Arquitetura Ricardo Jacinto
Cálculo estrutural Eng. Tiago Pereira
Construção Sétima Geração Lda
Coprodução BoCA, Fundação Calouste Gulbenkian
Apoios Amorim Cork Composites & Amorim Isolamentos, Embaixada da Áustria em Portugal

 

Biografias dos artistas

 

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Patrícia Portela

    27 junho 2021
    Palácio do Marquês de Alegrete

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Patrícia Portela (encenadora, escritora)
    Livro escolhido: "As barbas do diabo" Julio Cortázar
    Espaço verde: Palácio do Marquês de Alegrete

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Hugo van der Ding

    27 junho 2021
    Casa da Cerca

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto da BoCA que relaciona literatura com os espaços verdes. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP.

    Convidado: Hugo van der Ding (Cartoonista, Cronista)
    Livro escolhido: "Platero e Eu" de Juan Ramón Jiménez
    Espaço verde: Jardim da Casa da Cerca, Almada

    ler mais
  • Na direção da luz

    01 julho 2021 — 31 julho 2021
    Teatro Camões

    HORÁCIO FRUTUOSO

    “Na direção da Luz” é uma intervenção site-specific do artista Horácio Frutuoso para o foyer do Teatro Camões (CNB), dinamizada pela BoCA. Um conjunto de poemas visuais sugerem uma ideia de movimento, de transformação das palavras e do espaço onde estão instalados pela luz.

    1 a 31 Julho 2021

    ler mais