Lamentamos informar que a participação de Wolfgang Tillmans na BoCA 2019 foi cancelada, devido a motivos de saúde do artista.
Leia aqui o comunicado.

 

Alemanha | Live Set e DJ set

 

Wolfgang Tillmans é um dos artistas mais influentes do nosso tempo. Consagrado mundialmente, foi prémio Turner em 2000, mago da imagem que capta o mundo e desafia o olhar do espectador a criar relações inesperadas, abarcando uma realidade vasta que vai da da cultura rave à música pop rock, às causas dos direitos e liberdades relativos a questões de género, orientação sexual, símbolos de censura, marchas anti-guerra, manifestações do movimento Black Lives Matter ou a contestação ao Brexit (na qual se implicou pessoalmente e da qual se tornou um dos porta-vozes).
No universo de Tillmans há música, dança, pupilas dilatadas, sexo livre, afirmações políticas e também imagens abstractas. Em 2016 teve uma exposição em Serralves (“Wolfgang Tillmans: No Limiar da Visibilidade”) e em 2021 terá uma exposição retrospectiva do seu trabalho no MoMA, em Nova Iorque. Antes disso, nesta segunda edição da BoCA, apresenta o lado mais obscuro da sua arte: Tillmans também faz música electrónica (lançou o primeiro álbum de synth-pop quando era ainda adolescente, a viver na Alemanha ocidental, e o segundo em 2016). É esse perfil mais oculto do artista que vem partilhar num acontecimento inédito em Portugal, num início de noite que combina música pré-gravada e ao vivo, com CDJ’s e microfone.

 

> A 12 ABR, no Lux: depois da atuação de Wolfgang Tillmans, a noite continua com os DJs Dexter, Peter Van Hoesen live, Marco Shuttle.

> A 11 ABR, nas Carpintarias de São Lázaro, às 19H, a BoCA organiza um uma conversa com Wolfgang Tillmans.

 

Apresentação BoCA
Apoio Lux/Frágil
Apoio à apresentação Goethe Institut Lisboa

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Mamadou Ba

    10 abril 2021
    Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Mamadou Ba (ativista político, tradutor, dirigente SOS Racismo)
    Livro escolhido: "Erosão" de Gisela Casimiro
    Espaço verde: Jardim do Museu de Lisboa

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Beatriz Batarda

    24 abril 2021
    Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Beatriz Batarda (atriz)
    Livro escolhido: "Caderno de Memórias Coloniais" de Isabela Figueiredo
    Espaço verde: Jardim do Museu de Lisboa

    ler mais