“Ordem e Progresso” é uma nova versão de uma performance-instalação que o artista mexicano Héctor Zamora (Ciudad de México, 1974) realizou em 2012 no Paseo de los Héroes Navales (Lima, Peru) e em 2016 no Palais de Tokyo (Paris, França).

Na inauguração a 22 de março haverá uma performance que dará lugar a uma instalação visual e sonora: um grupo de 30 trabalhadores destruirá com ferramentas manuais uma série de barcos de pesca tradicionais portugueses, de diferentes regiões costeiras, cujos destroços ocuparão temporariamente a Galeria Oval do MAAT.

“Ordem e Progresso” evoca a tradição marítima profundamente enraizada na identidade portuguesa, mas também a dimensão sociopolítica que tem caraterizado a prática artística de Zamora, neste caso a ideia de promessa contida nas embarcações clandestinas que levam milhares de refugiados em perigosas travessias do Mar Mediterrâneo.

 

 

Curadoria Inês Grosso
Produção MAAT
Parceria BoCA

 

Biografia

 

Próximos Eventos

ler mais
  • O Barco

    08 julho 2022
    Khunstalle Baden Baden

    GRADA KILOMBA

    A primeira instalação de grande escala de Grada Kilomba viaja até à Praça de Margarida Xirgu, frente ao Teatro Lliure, em Barcelona. Composta por 140 blocos de madeira queimada, convida o público a entrar num jardim da memória, no qual poemas descansam sobre blocos de madeira queimada, lembrando histórias e identidades esquecidas. Que histórias são contadas? Onde são contadas? Como são contadas? E contadas por quem? São questões que se colocam ao entrar nesta instalação.

    +
  • Trouble

    24 agosto 2022 — 27 agosto 2022
    Kampnagel, Hamburg

    GUS VAN SANT

    O realizador de cinema Gus Van Sant aventura-se na sua primeira criação de palco com uma equipa portuguesa, um espetáculo de teatro musical inspirado em Andy Warhol e no seu esmagador talento para elevar a ícone as imagens, ao mesmo tempo que escalava como persona e artista a um estatuto de celebridade mundial.

    +
  • Trouble

    15 dezembro 2022 — 18 dezembro 2022
    La Villette, Paris

    GUS VAN SANT

    O realizador de cinema Gus Van Sant aventura-se na sua primeira criação de palco com uma equipa portuguesa, um espetáculo de teatro musical inspirado em Andy Warhol e no seu esmagador talento para elevar a ícone as imagens, ao mesmo tempo que escalava como persona e artista a um estatuto de celebridade mundial.

    +