COM TANIA BRUGUERA

Transforming affect into political effectiveness – Parte II

 

Tania Bruguera
Artista residente 2017/2018

Nasceu em 1968 em Havana, Cuba. Ela vive e trabalha em Havana, New Iorque e Cambridge.

Há mais de 25 anos, Bruguera criou instalações e performances empenhadas em termos sociais que examinam a natureza das estruturas de poder político e o seu efeito nas vidas dos indivíduos e grupos mais vulneráveis da sociedade. A sua pesquisa centra-se em formas nas quais a arte pode ser aplicada à vida política quotidiana; na transformação do afeto social em eficácia política.

Os seus projetos a longo prazo são intervenções intensivas na estrutura institucional da memória, da educação e da política coletivas. As suas obras expõem frequentemente os efeitos sociais das forças políticas e apresentam questões globais de poder, migração, censura e repressão através de obras participativas que transformam os “espectadores” em “cidadãos”.

Ao criar propostas e modelos estéticos para a utilização e a adaptação de outros, ela define-se como uma iniciadora, em vez de uma autora, e colabora frequentemente com múltiplas instituições, assim como com muitos indivíduos, para que a plena realização do seu trabalho artístico ocorra quando outros o adotam e perpetuam.

Premiada com um Honoris Causa pela Escola do Instituto de Arte de Chicago, selecionada como uma das 100 Leading Global Thinkers (principais pensadores mundiais) pela revista Foreign Policy, pré-selecionada para o prémio de Liberdade de Expressão #Index100, sendo uma vencedora do prémio Herb Alpert, uma bolsista de Yale World e Radcliffe, assim como a primeira artista em residência no escritório da Câmara Municipal de New York de Assuntos de Imigração.

Participou na exposição Documenta 11 e também estabeleceu o programa “Arte de Conducta” (Arte do Comportamento) no Instituto Superior de Arte de Havana. O seu trabalho foi apresentado na Bienal de Veneza de 2015, na Tate Modern, em Londres, no Guggenheim e no MoMA, em Nova Iorque, entre outros.

Bruguera abriu recentemente o Instituto Internacional Hannah Arendt para Artivismo, em Havana – uma escola, um espaço de exposição e pensamento graças a cubanos e artistas ativistas.

Próximos Eventos

ler mais
  • Soará a silêncio, o som de uma revolução dentro de um Bunker

    23 março 2019 — 28 março 2019
    Casa dos Crivos, Braga

    MARIA TRABULO

    "Soará a silêncio, o som de uma revolução dentro de um Bunker" apresenta-se como uma instalação composta por elementos vários, que performers locais ativarão em momentos programados, convidando a que esta ação se estenda ao público. Integrado no ciclo 3X3 na Casa dos Crivos.

    ler mais
  • CATERINA BARBIERI LIVE ACT – Lisboa

    23 março 2019
    Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

    CATERINA BARBIERI

    A música de Caterina Barbieri tem origem numa meditação sobre as ondas primárias e a dança polirrítmica de harmónicos em sons sintéticos. Barbieri é mestre de efeitos potencialmente hipnóticos da repetição psicoacústica na mente humana, e dá a conhecer a sua linguagem minimalista modular, em dois concertos únicos, em Lisboa e Porto.

    ler mais
  • CATERINA BARBIERI LIVE ACT – Porto

    24 março 2019
    Passos Manuel, Porto

    CATERINA BARBIERI

    A música de Caterina Barbieri tem origem numa meditação sobre as ondas primárias e a dança polirrítmica de harmónicos em sons sintéticos. Barbieri é mestre de efeitos potencialmente hipnóticos da repetição psicoacústica na mente humana, e dá a conhecer a sua linguagem minimalista modular, em dois concertos únicos, em Lisboa e Porto.

    ler mais
  • IF YOU WANT TO CONTINUE

    24 março 2019
    Palácio dos Correios, Porto

    VASYA RUN

    Vasya Run é um coletivo russo anónimo, constituído por rapazes entre os 16 e 27 anos, da periferia de Moscovo, que mistura arte contemporânea, teatro, subculturas de rua e rituais de emancipação espiritual. "If you want to continue", a sua nova performance, é comissionada pela BoCA e tem como conceito principal a figura do herói, que está associada a um estado “pós” o momento presente.

    ler mais
  • THE THIRD PART OF THE THIRD MEASURE

    24 março 2019
    Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

    THE OTOLITH GROUP

    "The Third Part of the Third Measure" é uma nova composição audiovisual dos The Otolith Group. Cria um encontro com o minimalismo militante do compositor vanguardista, pianista e cantor afro-americano Julius Eastman. "The Third Part of the Third Measure" convida os espectadores a assistirem à estética em êxtase do radicalismo negro que o próprio Eastman uma vez descreveu como "cheio de honra, integridade e coragem ilimitada".

    ler mais
  • Os Animais e o Dinheiro

    26 março 2019
    Teatro da Trindade, Lisboa

    GONÇALO M. TAVARES & OS ESPACIALISTAS

    “Laboratório de Formas de Sentir Acima da Média” - é esta é a proposta de Gonçalo M. Tavares & Os Espacialistas para a BoCA 2019. São três performances inéditas apresentadas em salas de teatro a partir do tema “Os Animais e o Dinheiro”. Juntos e pela primeira vez em palco, os artistas desenvolvem formas de sentir acima da média, a partir de textos, imagens, gestos, objetos e espaços em permanente construção, com o público presente.

    ler mais
  • BIBLIOTECA

    27 março 2019 — 30 abril 2019
    Estufa Fria, Lisboa

    HORÁCIO FRUTUOSO

    Horáco Frutuoso recorre, no seu trabalho, a diferentes meios, estruturando a sua prática a partir do pensamento e organização de uma pintura. Cruza com a poesia visual, imagens digitais e a instalação-performance.
    No contexto da BoCA, foi-lhe proposto criar uma obra nova, tendo como base o vídeo "A Experiência do Lugar II" de Helena Almeida. Esta é a primeira obra que Horácio Frutuoso cria para o espaço exterior.

    ler mais
  • MASTERCLASS “TRANSOBJESTOS”

    28 março 2019
    Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, Porto

    OS ESPACIALISTAS

    Na segunda edição da BoCA, Os Espacialistas vão colaborar com o escritor Gonçalo M. Tavares na criação e apresentação de três conferências-performances inéditas a serem apresentadas nas três cidades oficiais da BoCA 2019 - Lisboa, Porto e Braga - sob o título "Os Animais e o Dinheiro". Dois dias antes da apresentação no Teatro Municipal do Porto - Rivoli, Os Espacialistas dão a sua primeira masterclass na FBAUP.

    ler mais
  • SÃO SIMEÃO DA MONTANHA ADMIRÁVEL

    29 março 2019 — 30 abril 2019
    Convento de São Pedro de Alcântara, Lisboa

    PROJECTO TEATRAL

    O coletivo Projecto Teatral é, presentemente, constituído por João Rodrigues, Maria Duarte, Helena Tavares, André Maranha e Gonçalo Ferreira de Almeida. Nesta edição da BoCA apresentam uma nova criação, "São Simeão da Montanha Admirável", projetada para a igreja do Convento de São Pedro de Alcântara, no coração da cidade de Lisboa.

    ler mais
  • ROSA. ESPINHO. DUREZA.

    29 março 2019 — 30 março 2019
    Teatro Municipal do Porto - Rivoli, Porto

    GABRIEL FERRANDINI

    A convite da BoCA, o baterista Gabriel Ferrandini concebe a sua primeira criação de palco, partilhando-o com o ator Frederico Barata. "Rosa. Espinho. Dureza." é constituído por três atos: trabalho, sexo, amor. Como um tríptico, em que os conceitos e materiais estão inter-ligados, cada ato terá uma ação e um objeto para representar o respetivo "problema", que serão repetidos exaustivamente, testando a persistência e concentração dos intérpretes e desafiando o público.

    ler mais
  • BEYONCÉ MASS

    29 março 2019 — 30 março 2019
    Igreja do Convento dos Inglesinhos, Lisboa

    BEYONCÉ MASS

    "Beyoncé Mass" é uma celebração de adoração feminina que usa a música e a vida pessoal de Beyoncé como uma ferramenta que promove um discurso de empoderamento sobre os marginalizados e esquecidos, particularmente as mulheres negras - as suas vidas, os seus corpos e as suas vozes. Com Yolanda Norton, Assistente do Antigo Testamento no Seminário Teológico de São Francisco, e a participação do Coro Gospel de Lisboa.

    ler mais
  • (DES)DOBRAS

    30 março 2019 — 04 abril 2019
    Casa dos Crivos, Braga

    ADOLFO LUXÚRIA CANIBAL

    Adolfo Luxúria Cabinal, conhecido sobretudo pelo seu trabalho enquanto músico e vocalista dos Mão Morta, apresenta na BoCA uma performance e instalação, com elementos plásticos diversos, música, vídeo e o lançamento de um livro.

    ler mais