LIVE STREAMING DE PERFORMANCES

Transmissões em direto de performances de curta duração comissionadas pela BoCA, pensadas através do dispositivo relacional corpo-câmara-casa. Propõe-se uma relação em torno do nosso estado atual de confinamento e as linguagens artísticas mediadas pela câmera. As performances são live no canal YouTube da BoCA Bienal.
Todos os sábados até, pelo menos, 30 de Junho 2020.

Todas as segundas-feiras lançamos a programação da semana no nosso website e redes sociais. Subscreve a nossa newsletter e o nosso canal de Youtube para receberes notícias em primeira mão.

 

SEMANA 2

2 MAI: Tânia Carvalho, 22h
Performance:
“Como se uma camada de escamas bem fechada” (2020)
Seguido de conversa com John Romão

Da coreografia para a composição musical, Tânia Carvalho não pára de nos surpreender com a sua prática multidisciplinar. Sombras, pintura, expressionismo, a memória do cinema… podemos encontrar essas e outras referências no seu trabalho.
“Como se uma camada de escamas bem fechada” é uma nova performance pensada para o contexto da BoCA Online, que alia o corpo, a câmera e a casa. Trata-se de uma performance caseira que dá a espreitar a procura. “Tudo nela desvenda intimidade”, revela a artista, que explora o corpo, as sombras e a luz neste estar só e ser-se observado.


Tânia Carvalho (1976) é uma artista portuguesa com um percurso de mais de 20 anos de criação. Mais conhecida como coreógrafa, trabalha também noutras vertentes artísticas, como a música, o desenho e o cinema. Dos domínios da coreografia, Tânia Carvalho transporta-se frequentes vezes para a composição musical. 
Tânia Carvalho propõe-se como uma artista cuja vontade de expressão não se esgota numa só linguagem. As suas criações vagueiam pelas sombras, pela vivificação da pintura, pelo expressionismo e pela memória do cinema. Assim a artista constrói a sua cosmogonia misteriosa, um conjunto de códigos que transcendem a própria arte movente – seja no cuidado linguístico e semântico que inscreve na titulação dos seus trabalhos, seja na passagem frequente por territórios mais distantes da coreografia, como o desenho.
Ao longo de quase duas décadas, Tânia Carvalho vai fazendo o seu caminho: criterioso e cada vez mais multidisciplinar.
Na BoCA, marcou presença na edição de 2017 com a sua exposição de desenhos “Toledo” e na edição de 2019 com o concerto “duploc barulin”.

 

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Hugo van der Ding

    27 junho 2021
    Casa da Cerca

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto da BoCA que relaciona literatura com os espaços verdes. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP.

    Convidado: Hugo van der Ding (Cartoonista, Cronista)
    Livro escolhido: "Platero e Eu" de Juan Ramón Jiménez
    Espaço verde: Jardim da Casa da Cerca, Almada

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Patrícia Portela

    27 junho 2021
    Palácio do Marquês de Alegrete

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Patrícia Portela (encenadora, escritora)
    Livro escolhido: "As barbas do diabo" Julio Cortázar
    Espaço verde: Palácio do Marquês de Alegrete

    ler mais
  • Na direção da luz

    01 julho 2021 — 31 julho 2021
    Teatro Camões

    HORÁCIO FRUTUOSO

    “Na direção da Luz” é uma intervenção site-specific do artista Horácio Frutuoso para o foyer do Teatro Camões (CNB), dinamizada pela BoCA. Um conjunto de poemas visuais sugerem uma ideia de movimento, de transformação das palavras e do espaço onde estão instalados pela luz.

    1 a 31 Julho 2021

    ler mais