LIVE STREAMING DE PERFORMANCES

Transmissões em direto de performances de curta duração comissionadas pela BoCA, pensadas através do dispositivo relacional corpo-câmara-casa. Propõe-se uma relação em torno do nosso estado atual de confinamento e as linguagens artísticas mediadas pela câmera. As performances são live no canal YouTube da BoCA Bienal.
Todos os sábados até, pelo menos, 30 de Junho 2020.

Todas as segundas-feiras lançamos a programação da semana no nosso website e redes sociais. Subscreve a nossa newsletter e o nosso canal de Youtube para receberes notícias em primeira mão.

 

SEMANA 4

16 MAI: Mariana Tengner Barros, 22h
Performance:
“Com Fino, performance para a casa de banho na era do vírus”, 2020
Seguido de conversa com John Romão

“Pequena performance intimista que revelará, aos poucos, uma agradável surpresa final. Aconselhável a quem procura gratificações instantâneas, que operam a dessublimação repressiva” revela-nos Mariana Tenger Barros sobre a sua nova criação, comissionada para a BoCA Online, “Com Fino, performance para a casa de banho na era do vírus” (2020).
Desenvolvida em colaboração com a sua equipa (Nuno Miguel, Johnny Cadáver e Tiago Rosário), a performance é apresentada
este sábado, dia 16 às 22h, no nosso canal YouTube.

 

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Mamadou Ba

    10 abril 2021
    Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Mamadou Ba (ativista político, tradutor, dirigente SOS Racismo)
    Livro escolhido: "Erosão" de Gisela Casimiro
    Espaço verde: Jardim do Museu de Lisboa

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Beatriz Batarda

    24 abril 2021
    Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Beatriz Batarda (atriz)
    Livro escolhido: "Caderno de Memórias Coloniais" de Isabela Figueiredo
    Espaço verde: Jardim do Museu de Lisboa

    ler mais