ECOTEMPORÂNEOS
Literatura em espaços verdes

 

Convidada: Beatriz Batarda (atriz)
Espaço verde: Jardim do Museu de Lisboa / Palácio Pimenta
Livro escolhido:
“Caderno de Memórias Coloniais” de Isabela Figueiredo, editora Caminho (LEYA)
Moderação: Claudia Galhós

Live Streaming (online)
Streaming Facebook EGEAC + Cultura na Rua + BoCA
Streaming Youtube Cultura na Rua e BoCA

> Sessão com intérprete de Língua Gestual Portuguesa

Ecotemporâneos é uma comunidade de leitura em espaços verdes da cidade de Lisboa. Propondo conexões entre literatura e espaços verdes, em cada sessão um convidado escolhe um livro cuja temática ou imaginário associa àquele lugar.
Em 2021, damos continuidade a um projeto que convida à ocupação e descoberta dos espaços verdes da cidade, promovendo a sua fruição, através da criação de uma comunidade de leitura  inclusiva e acessível.
Desta vez, a sessão será transmitida em direto (online), no palco do Jardim do Palácio Pimenta (Museu de Lisboa) e, como é habitual, haverá interpretação em Língua Gestual Portuguesa, tornando acessível a leitura e o diálogo sobre livros e literatura.

 

Beatriz Batarda (1974) começou por frequentar o curso de design no IADE entre 1992 e 1995. Estreou-se no cinema português em 1986 no filme Tempos Difíceis, de João Botelho, seguindo-se outras participações em obras de realizadores tais Manoel de Oliveira, José Álvaro de Morais, João Canijo, Margarida Cardoso, Marco Martins, Bille August, entre outros.
No teatro estreia-se em 1994 na peça Conto de Inverno, numa encenação de Luís Miguel Cintra. Bolseira do Ministério da Cultura Português, estuda na Guildhall School of Music and Drama em Londres, onde viveu entre 1996 e 2004.
Após o seu regresso a Portugal, funda em 2007 o Arena Ensemble, que dirige juntamente com Marco Martins. Em 2012, funda a Casa Bernardo Sassetti, uma associação de amigos que fomenta a divulgação da obra do músico e compositor.
Leciona técnicas de interpretação desde 2007 em várias escolas do país.


Conceito:
John Romão
Programação:
John Romão e Carolina Trigueiros
Co-produção: BoCA e EGEAC Espaço Público
Apoio: Museu de Lisboa / Palácio Pimenta e Editora Caminho

 

 

 

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Patrícia Portela

    27 junho 2021
    Palácio do Marquês de Alegrete

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Patrícia Portela (encenadora, escritora)
    Livro escolhido: "As barbas do diabo" Julio Cortázar
    Espaço verde: Palácio do Marquês de Alegrete

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Hugo van der Ding

    27 junho 2021
    Casa da Cerca

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto da BoCA que relaciona literatura com os espaços verdes. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP.

    Convidado: Hugo van der Ding (Cartoonista, Cronista)
    Livro escolhido: "Platero e Eu" de Juan Ramón Jiménez
    Espaço verde: Jardim da Casa da Cerca, Almada

    ler mais
  • Na direção da luz

    01 julho 2021 — 31 julho 2021
    Teatro Camões

    HORÁCIO FRUTUOSO

    “Na direção da Luz” é uma intervenção site-specific do artista Horácio Frutuoso para o foyer do Teatro Camões (CNB), dinamizada pela BoCA. Um conjunto de poemas visuais sugerem uma ideia de movimento, de transformação das palavras e do espaço onde estão instalados pela luz.

    1 a 31 Julho 2021

    ler mais