PORTUGAL | BRASIL
Nova Criação – Teatro
“Brasa”


A palavra Brasil tem origem na grande quantidade de árvores de pau-brasil, existentes na região do litoral brasileiro. Brasil deriva de brasa, pois esta árvore possui uma seiva avermelhada, cor de brasa. Durante anos, essas árvores foram extraídas e vendidas para o continente europeu. Podemos dizer que foi um dos objetos que mais cruzou o Atlântico. Nos últimos anos, novos grupos migratórios escolheram Portugal ou o Brasil para desenvolver estudos académicos, em busca de novas oportunidades de trabalho ou simplesmente para sair do seu país de origem por motivos políticos. Mas quem são esses novos migrantes brasileiros e portugueses? Que desejos têm quando decidem migrar?

Em “Brasa”, Tiago Cadete prossegue uma das suas linhas de pesquisa teatral, a da interrogação e de olhar crítico sobre a relação histórica entre Portugal e Brasil, na sequência de “Entrevistas” (2018), “Cicerone” (2020) ou “Atlântico” (2020). Desta vez, faz-se acompanhar de um elenco de criadores-intérpretes de origens diversas: Isabél Zuaa, Julia Salem, Keli Freitas, Magnum Alexandre Soares, Ana Lobato, Dori Nigro, Gustavo Ciríaco e Raquel André.

 

Criação: Tiago Cadete
Com: Isabél Zuaa, Julia Salem, Keli Freitas, Magnum Alexandre Soares, Tiago Cadete, Ana Lobato, Dori Nigro, Gustavo Ciríaco e Raquel André
Assistente de criação: Leonor Cabral
Figurino: Carlota Lagido
Luz: Rui Monteiro
Câmara: Afonso Sousa
Diretor técnico: Nuno Patinho
Produção executiva: Cláudia Teixeira
Gestão financeira e administração: Vítor Alves Brotas
Assessoria de imprensa: Mafalda Simões
Produção: Co-pacabana
Residências: Fábrica das Ideias, Gafanha da Nazaré (23 Milhas), O Espaço do Tempo, Teatro da Malaposta
Co-produção: BoCA – Biennial of Contemporary Arts
Projecto financiado por: República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes
Parceiro institucional: República Portuguesa – Ministério da Cultura

 

“Brasa” é uma comissão da BoCA Bienal de Artes Contemporâneas 2021

 

Próximos Eventos

ler mais
  • O Barco

    08 julho 2022
    Khunstalle Baden Baden

    GRADA KILOMBA

    A primeira instalação de grande escala de Grada Kilomba viaja até à Praça de Margarida Xirgu, frente ao Teatro Lliure, em Barcelona. Composta por 140 blocos de madeira queimada, convida o público a entrar num jardim da memória, no qual poemas descansam sobre blocos de madeira queimada, lembrando histórias e identidades esquecidas. Que histórias são contadas? Onde são contadas? Como são contadas? E contadas por quem? São questões que se colocam ao entrar nesta instalação.

    +
  • Trouble

    24 agosto 2022 — 27 agosto 2022
    Kampnagel, Hamburg

    GUS VAN SANT

    O realizador de cinema Gus Van Sant aventura-se na sua primeira criação de palco com uma equipa portuguesa, um espetáculo de teatro musical inspirado em Andy Warhol e no seu esmagador talento para elevar a ícone as imagens, ao mesmo tempo que escalava como persona e artista a um estatuto de celebridade mundial.

    +
  • Trouble

    15 dezembro 2022 — 18 dezembro 2022
    La Villette, Paris

    GUS VAN SANT

    O realizador de cinema Gus Van Sant aventura-se na sua primeira criação de palco com uma equipa portuguesa, um espetáculo de teatro musical inspirado em Andy Warhol e no seu esmagador talento para elevar a ícone as imagens, ao mesmo tempo que escalava como persona e artista a um estatuto de celebridade mundial.

    +