Angélica Liddell, pseudónimo de Angélica González (Figueres, Espanha, 1966) é dramaturga, encenadora, atriz, escritora e poetisa espanhola. Inicia nos anos oitenta a sua carreira artística como autora dramática. O seu trabalho inclui prosa, poesia, instalações e peças de teatro. Depois de se licenciar em Psicologia e Arte Dramática, funda em 1993 a companhia Atra Bilis, em torno da Real Escuela Superior de Arte Dramático de Madrid. Com ela levará à cena os seus próprios textos, iniciando-se assim na encenação, cenografia e interpretação. Em 1988 inicia a sua trajectória no teatro e, em 1993, funda, juntamente com Gumersindo Puche, a companhia Atra Bilis Teatro. A sua obra trata de temas como a decadência da instituição familiar ou o lado negro do ser humano, a morte ou o sexo.

Os seus textos já foram traduzidos para diferentes línguas, como francês, inglês, russo, alemão, português e polaco. Foi distinguida com diversos prémios, tais como o Prémio Dramaturgia Innovadora Casa América, 2013, por Nubila Wahlheim; Prémio SGAE de Teatro, 2004, por Mi relación con la comida; Prémio Ojo Crítico Segundo Milenio, 2005, em reconhecimento pelo seu percurso; Prémio Notodo del Público ao Melhor Espetáculo, 2007, por Perro muerto en tintorería: los fuertes; Prémios Valle Inclán de Teatro, 2007, por El año de Ricardo; Accésit del Premio Lope de Vega, 2007, por Belgrado; Prémio Sebatiá Gasch de Artes Parateatrales, 2011; e Prémio Nacional de Literatura Dramática, 2012, por La casa de la fuerza (espetáculo apresentado na Cultugest, em Lisboa); e o Leão de Prata da Bienal de Teatro de Veneza, 2013, “pela sua capacidade de transformar a sua poesia num texto que agita o mundo”.

Foi presença regular no Festival Citemor, onde realizou residências artísticas e estreou performances inéditas. Tem apresentado o seu trabalho nos maiores festivais e teatros do mundo, tais como Festival d’Avignon, Festival de Otoño de Madrid, Festival d’Automne à Paris, Bienal de Teatro de Veneza, La Laboral Centro de Arte, Théâtre National de Bretagne, Schaubuhne Berlin, Festival de Tokyo, etc.